Transcatarina 2018: off-road também é esporte para mulher


Sara Regina e Paula Andrea

As mulheres quebraram barreiras e conquistaram seu espaço também no mundo fora-de-estrada. Mesmo em um universo predominantemente masculino, elas marcam presença e exercem suas funções com maestria. Em número menor, porém, chamando muita atenção, até o momento 27 mulheres já confirmaram presença no 10º Transcatarina, que será realizado de 10 a 14 de julho, entre as cidades de Fraiburgo e Blumenau.

Em referência ao Dia Internacional das Mulheres, o diretor geral do Transcatarina, Edson João da Costa, destaca as pilotos e navegadoras e, independente da categoria que participam, elas fazem a diferença e contribuem significativamente com o sucesso do evento.

— Temos muitas mulheres no Transcatarina. Ao longo desses anos de histórias, elas fizeram a diferença e demonstraram a força física e psicologia que possuem para conquistar grandes resultados. De forma descontraída e delicada, a presença das mulheres é fundamental e elas são tratadas com igualdade pelos demais inscritos e organização — declarou Costa.

Maria Eveli e Wilson Hudson

Exemplo disto é a dupla feminina formada por Sara Regina Castanheira Fernandes e Paula Andrea Franco Acuna, que seguirão para o Transcatarina pela segunda vez.

— Fomos recebidas de braços abertos por todos os envolvidos com o evento. Quando eu pensei em me inscrever e mandei um e-mail para o Edson, para a minha surpresa, ele me ligou e me tratou super bem, o que nos animou ainda mais. Ser praticante do rali é emocionante, treina as fraquezas e é um ótimo aprendizado. Não vivemos mais sem rali —comentou Sara.

Há dois anos marcando presença no Transcatarina, a navegadora Maria Eveli Giane Barbosa compete ao lado do piloto e marido, Wilson Hudson Barbosa. Eles formam dupla no rali de regularidade desde 2009 e, atualmente defendem a categoria Graduados.

— Às vezes, alguém até pode desconfiar do nosso potencial como competidoras, mas é só relevar e seguir adiante. Eu digo às mulheres que desejam ingressar no rali que o prazer de se superar a cada prova é perceptível e delicioso. Com curiosidade, humildade e dedicação, obtém-se bons resultados para tudo, inclusive no rali. Deixe a timidez de lado e ingressem neste esporte —comentou Maria.

O Transcatarina é um evento bastante misto, com categorias que atraem diversos tipos de perfis de off-roaders. Seja homem ou mulher, existe lugar para todo mundo, basta escolher entre as categorias Máster, Graduados e Turismo (para competição), ou Passeio Radical e Adventure (trilhas). As inscrições seguem abertas no www.transcatarina.com.br

Comentários